Tecnologia RIO acelera produtividade e qualifica processo de usinagem para camisas de cilindro

13 de julho de 2020 Institucional Todas as Postagens

Quem acompanha nosso blog por aqui já sabe que a nova geração de motores vai exigir cada vez mais das camisas de cilindro. Afinal, essas peças estão relacionadas ao bom desempenho e à eficiência operacional do motor do carro — quanto melhor e mais preciso o processo de usinagem, maior o rendimento do veículo.

Além disso, as camisas de cilindro exigem cuidado redobrado também durante o processo de fundição, já que esse componente fica sob condições extremas de esforços mecânicos, atritos e temperaturas elevadas quando é aplicado no bloco do motor. É por isso que a RIO está sempre em busca de novas tecnologias e soluções capazes de garantir peças cada vez mais fortes, funcionais e resistentes!

E um dos mais recentes frutos de todo esse cuidado que já faz parte do nosso modus operandi foi a instalação de duas novas máquinas para a usinagem de camisas de cilindro na nossa linha de produção. Modernas e com grande capacidade de automatização, elas são responsáveis pelo desbaste e pelo acabamento do externo desses componentes — e já estão em operação desde o comecinho de julho!

Automatização a serviço da consistência na linha de produção

Em um primeiro momento, o destaque das duas novas máquinas fica por conta do aumento quase imediato na produtividade e na garantia de ainda mais qualidade na etapa de usinagem das camisas. A novidade é que, agora, não é mais preciso que o operador coloque e tire a peça da máquina, pois ela mesmo realiza esse processo, desbasta (usina), faz o acabamento e entrega direto para a retífica e embalagem.

E especialmente para o setor de automação, um dos grandes benefícios é a consistência no fluxo produtivo, já que a produção/hora será a mesma no início e no final do dia. Afinal, a máquina conta com alimentação automática, dando mais tempo para que os operadores possam conferir a qualidade das peças produzidas.

Aqui na RIO, nosso engenheiro e gerente técnico de engenharia e qualidade, Felipe Goulart, foi um dos responsáveis por acompanhar e adaptar todo o processo de startup dos novos equipamentos. Com o novo fluxo, ele explica que o equipamento chegou para renovar o parque industrial, com resultados mais do que satisfatórios.

Tecnologia RIO acelera produtividade e qualifica processo de usinagem para camisas de cilindro

“Essas máquinas são totalmente automatizadas e realizam todo o processo de usinagem sem interferência nenhuma. A novidade, contudo, é que elas também fazem 100% da movimentação das peças dentro dos equipamentos, tudo isso com o intermédio de robô cartesiano”, conta Felipe.

Funciona assim: quando as peças chegam da operação anterior, o robô intercepta a peça na esteira e faz um reposicionamento, deixando ela na configuração correta para a operação de desbaste. Quando essa operação acaba, ele automaticamente leva essa peça para a segunda posição, onde acontece a operação de acabamento e, por fim, entrega a peça pronta para o destino final.

“O ganho operacional é imenso —  estima-se um aumento de mais de 30% na produtividade! Estamos trabalhando com uma máquina de altíssima precisão e repetibilidade. E é claro que, na prática, isso aumenta também a nossa competitividade e nossa capacidade de produção. Sem dúvidas uma grande conquista dessa equipe multidisciplinar que colocou a mão na massa para ajustar todos os processos e garantir o perfeito funcionamento dessa novidade”, conclui.

Deixe um comentário

Você faz
a RIO

Sabia que vários de nossos produtos foram desenvolvidos especificamente em função de seus comentários?

Você, EXPERT, está na linha de frente e sabe do que está falando. Por isso, queremos ouvi-lo e criar novas soluções para facilitar o seu dia-a-dia.

Explore o site e fale conosco. Aqui você importa.
Use este formulário ou, se preferir, conecte-se aos nossos canais: